Aguarde...
ENVIAR POR E-MAIL

COLUNISTAS

Pioneirismo ecológico

James Pizarro

por James Pizarro em 26/01/2017

Compartilhar:

Mais opções

Nos dias 8 e 9 de maio de 1984, realizou-se em Santa Maria, o pioneiro “EEEE”, isto é, o primeiro “Encontro Estadual de Entidades Ecologistas”, numa promoção conjunta da Associação Ecológica “Irmão Sol, Irmã Lua” (de Santa Maria) e AGAPAN - Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (de Porto Alegre).

A entidade santa-mariense era presidida por mim e a entidade porto-alegrense era presidida pelo professor Flávio Lewgoy, geneticista da UFRGS, de saudosa memória.

O Dr. Armando Vallandro e o Dr. Walter Bianchini, que ocupavam altos cargos na UFSM em 1984, foram de vital importância para o encontro, pois cederam vales para refeições no Restaurante Universitário, apartamentos no campus para dezenas de ecologistas e também um ônibus da UFSM ficou à disposição de todos.

O deputado estadual Carlos Renan Kurtz, na época presidente da Assembléia Legislativa do RS, colaborou com um mil cruzeiros novos (moeda da época), verba alentada diante das precárias condições financeiras das entidades. Muitos políticos prestigiaram o pioneiro EEEE.

Lembro de todos: Dep. Estadual Renan Kurtz, Dep. Federal João Gilberto Lucas Coelho (PMDB), Dep. Estadual Vercidino Albarello (Presidente da Comissão de Defesa do Meio Ambiente da Assembléia Legislativa), vereador porto-alegrense Caio José Lustosa (PMDB) e vereadora porto-alegrense Jussara Cony (PMDB).

Consultando a lista de assinaturas e as atas do primeiro EEEE, todas em meu poder e guardadas nos meus arquivos, computei 110 ecologistas.

Estiveram presentes representantes das seguintes entidades : Agapan (Porto Alegre), “Irmão Sol, Irmã Lua” (Santa Maria), Apan (Santa Rosa), Appan (Pelotas), APNVG (Gravataí), ADFG (Porto Alegre), Quero-Quero (Canoas), NEE (Rio Grande), Deite na Grama (Porto Alegre), Em Nome do Amor à Natureza (Porto Alegre), Seriema (Alegrete) , Aspe (Santa Maria), Ascapan (Canoas) e os núcleos da Agapan das cidades de Lajeado, Três de Maio e Cruz Alta.

Nos intervalos das discussões e apresentação/votação de moções, o duo musical “Quintal de Clorofila”, brindava a assistência com a execução de músicas com temas ecológicos. O duo era constituído por dois exímios artistas irmãos, Nejandre Arbo e Dimitri Arbo. Cerca de 30 moções foram discutidas e aprovadas no pioneiro EEEE.

O encontro recebeu ampla cobertura da mídia jornalística local e estadual durante sua realização. Na semana posterior ao encontro, o jornal A Razão publicou diariamente matérias de página inteira detalhando todas as discussões, conclusões e moções do encontro.

Em nossa cidade, pois, nasceu a ideia pioneira da necessidade dos ecologistas, militantes e voluntários da causa se reunirem e discutirem pautas e estratégias do movimento. De lá para cá já se realizaram mais de 35 encontros.

Santa Maria já foi, no passado, um grande centro ecopolítico, criador e irradiador de boas iniciativas na área do ambientalismo. Os de boa memória sabem disso.

Comentários

Participe enviando seu comentário sobre a notícia