Aguarde...
ENVIAR POR E-MAIL

Polícia

Cachorro morre após ser queimado por adolescentes em Santa Maria

por Raul Pujol em 09/01/2017 16:35

Compartilhar:

Mais opções

Os casos envolvendo maus-tratos contra animais se tornaram frequentes em Santa Maria. Neste final de semana, aconteceu mais um episódio triste.  No começo da noite de domingo, por volta das 19h, um cachorro foi encontrado queimado pela Brigada Militar (BM) e Guarda Municipal (GM) na Avenida Pedro Cesar Saccol, próximo ao Posto Pilon, no Distrito Industrial, zona Oeste da cidade.

“Ele estava todo acuado, escondido atrás da roda de um ônibus abandonado, amarrado em uma corrente. O cachorro chorava e agonizava de dor, estava em carne viva e desnutrido. É uma cena que nos chocou”, disse o policial militar Cláudio Roberto Coelho de Oliveira, que socorreu o animal junto com a Guarda Municipal.

O cachorro foi encaminhado para a ONG Clube dos Animais na noite de domingo, mas não resistiu e morreu por volta do meio-dia de segunda-feira.  “Ele apresentava queimaduras na boca, nos olhos e por todo o corpo. Durante a madrugada, ele teve crises de vômito com sangue e diarreia. Infelizmente, o bichinho não resistiu”, lamentou a presidente da instituição, Marlene Nascimento.

O policial, bastante emocionado ao falar com a reportagem de A Razão, na tarde hoje, disse que pretendia adotar o cachorro. “Sou extremamente apaixonado por cães, tenho dois em casa, e iria adotar este que socorri.  O falecimento dele me impactou bastante”, disse o policial, que não conteve as lágrimas.

A Brigada apreendeu três adolescentes, dois meninos de 9 e 15 anos, e uma adolescente de 17, com trantornos mentais, que teria sido a autora dos maus-tratos. O trio foi encaminhado ao Conselho Tutelar e os pais tiveram que assinar um termo circunstanciado. 

Comentários

Participe enviando seu comentário sobre a notícia