Aguarde...
ENVIAR POR E-MAIL

Cultura

Palco aberto para você soltar a voz: Free Voice celebra quatro anos

Além do pingo, às terças, vai rolar cantoria dia 20, no friends

por Cassiano Cavalheiro em 10/01/2017 10:43

Compartilhar:

Mais opções

A festa conta com o famoso karaokê (com execução de uma banda ao vivo) e chegou ao Coração do Rio Grande em 2013 e, em abril de 2017, completa quatro anos de existência (Foto: Divulgação / A Razão)
A festa conta com o famoso karaokê (com execução de uma banda ao vivo) e chegou ao Coração do Rio Grande em 2013 e, em abril de 2017, completa quatro anos de existência (Foto: Divulgação / A Razão)

Subir em um palco, segurar o microfone, soltar a voz e se sentir como um astro da música. Antes, a emoção de ouvir o público cantando junto e, ao fim da apresentação, receber uma salva de palmas era uma experiência vivida apenas por bandas e cantores famosos. Mas há quatro anos Santa Maria conta com um palco aberto para receber quem quiser cantar e sentir essa emoção.

O Free Voice foi criado pelos amigos Roberto Schneider Garcia, 30 anos, e Felipe Martins, 38, nos moldes dos encontros musicais das casas noturnas paulistanas. A festa conta com o famoso karaokê (com execução de uma banda ao vivo) e chegou ao Coração do Rio Grande em 2013 e, em abril de 2017, completa quatro anos de existência.

“Queríamos dar um ‘up’ nas noites de terça-feira e pensamos em criar o Free Voice. E deu muito certo. Sinto que tem um astral muito bacana que deixa a galera muito animada, todos interagem, cantam e se divertem. Sem compromisso de cantar bem ou mal, o lance é se divertir”, resume Roberto, produtor do evento.

A jornalista Thassiani Porto, 29 anos, adora música e ama cantar, mas nunca havia encarado um palco em sua vida. Isso mudou quando ela cantou no Free Voice pela primeira vez. Foi a oportunidade que ela teve de viver a emoção de estar em um palco e de sentir a vibração da plateia.

“É uma festa inovadora e divertida. No início, fiquei com vergonha de cantar. Mas depois da primeira apresentação, tu já quer cantar outra e outra. É muito divertido!”, conta Thassiani.

Revelando talentos

O palco do Free Voice também é celeiro e já impulsionou talentos locais a despontarem na carreira, como foi o caso dos irmãos Abel e Gustavo Pascotini, da banda Canta Pascota, e da cantora Anelise Varela. Gustavo, 22 anos, estava acostumado a soltar a voz em rodas de violão, mas o primeiro palco em que ele pisou foi o do Free Voice.

“Foi ali que dei ‘start’ para o trabalho que venho realizando hoje. Subi ao palco, cantei e senti aquela emoção”, recorda o músico que em 2016, com o Canta Pascota, se apresentou nos principais palcos de Santa Maria e região.

Anelise Varela começou a frequentar o Free Voice por acreditar que era uma das festas mais divertidas da cidade. Começou a cantar, se destacou e não demorou a surgir o convite para ela fazer o show de abertura da atração. Depois disso, a jovem que deixou a paixão pelo sertanejo aflorar em seu repertório, fez vários shows dentro e fora da cidade.

Novidades para 2017

Até agora, a função vinha acontecendo apenas às terças-feiras, no Bar do Pingo, mas em 2017, a atração vai expandir horizontes para abranger mais público e diferentes estilos musicais. A partir de agora, além das clássicas terças, outros dias e locais vão ganhar edições especiais do Free Voice.

O primeiro local a receber a atração será o Friends Music Bar, que abre seu palco ao público no dia 20 de janeiro, a partir das 20h.

O cardápio musical é variado e depende da casa em que a edição está acontecendo. Às terças-feiras, no Bar do Pingo, as músicas incluem rock, pop/rock e reggae.

Já na edição do Friends Music Bar, o público vai poder cantar de tudo, sem preconceito musical. Por isso, aqueça o gogó e já vá treinando as clássicas sertanejas, do pagode, rock, pop, funk para subir ao palco e arrasar na performance.

Comentários

Participe enviando seu comentário sobre a notícia