Novo espaço para a preservação da cultura gaúcha

biblioteca cezimbra jacques

Biblioteca Cezimbra Jacques inaugura amanhã com acervo voltado para a cultura e história do Rio Grande

A partir de amanhã, Santa Maria passará a contar com um espaço voltado à preservação e divulgação da história do Rio Grande do Sul com a inauguração da Biblioteca Municipal Cezimbra Jacques. O equipamento cultural funcionará, inicialmente, no segundo andar da Biblioteca Pública Municipal Henrique Bastide. A ideia é que, com seu crescimento e expansão, ele receba um local separado e exclusivo para o seu acervo, já que concentra material específico sobre o Estado e de grande valor histórico.

A secretária de Município da Cultura, Marília Chartune, explica que a Biblioteca Municipal Cezimbra Jacques é uma iniciativa pioneira, que tem como objetivo reunir um acervo razoável que se relaciona com diversos aspectos e características do nosso Estado. Para que a biblioteca pudesse ser idealizada, no dia 7 de maio de 2015, o prefeito Cezar Schirmer assinou o decreto que instituiu formalmente o espaço, dando início à caminhada que culmina com a idealização do projeto e a entrega do equipamento à comunidade.

A solenidade de inauguração será amanhã, às 10h. Segundo a coordenadora da biblioteca, Rosangela Rechia, a biblioteca já está recebendo doações de materiais como gravuras e até acervo musical de diversos pontos do Estado. “Já recebemos doações de vários municípios com informações sobre arte e arquitetura, além de um belíssimo livro sobre a imigração italiana em Caxias do Sul. O objetivo é valorizarmos as nossas raízes”, explica Rosangela.

NOVO ESPAÇO

A novidade do novo espaço fica por conta do Biblivre, um sistema interno facilitador de pesquisa que será disponibilizado para o público. Como a biblioteca é exclusivamente voltada para pesquisas, não será permitido o empréstimo de livros. Quem quiser colaborar para a melhora do acervo da Biblioteca Cezimbra Jacques, pode fazer doações diretamente no local, que fica na Avenida Presidente Vargas, nº 1300.

O historiador

O artista e historiador santa-mariense João Cezimbra Jacques, que batiza a nova biblioteca, nasceu em 13 de novembro de 1848, foi voluntário na guerra do Paraguai e lá permaneceu três anos. Foi o primeiro autor da cidade a publicar um livro e participou da criação da primeira Academia de Letras do Rio Grande do Sul, sendo patrono da cadeira 19 da atual academia. Faleceu no Rio de Janeiro no dia 28 de julho de 1922 como um dos precursores do Movimento Tradicionalista Gaúcho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *