Propostas alinhadas ao Plano de Saneamento

saneamento basico

Planejamento prevê ações a curto, médio e longo prazo com investimentos de R$ 440 milhões

A proposta que será formalizada pela Corsan e apresentada à Prefeitura no início de outubro prevê investimentos e ações a curto, médio e longo prazo (de cinco a vinte anos), com investimentos projetados da ordem de R$ 440 milhões. O valor (previsto no Plano de Saneamento Ambiental), inclusive, é o mínimo estimado pela Corsan para ser aplicado em obras e ações que visam alcançar metas que, na teoria, colocarão Santa Maria no patamar de referência em distribuição de água e universalização do esgoto recolhido e tratado no maior município da região Centro do Rio Grade do Sul.

As metas e investimentos programados, alinhados ao Plano de Saneamento Ambiental, que está na câmara de Vereadores, são evolutivas. Por exemplo, prevê a instalação de milhares de hidrômetros na medida em que avançam os projetos de ampliação das redes de distribuição. Nos cinco primeiros anos da nova concessão, a Corsan pretende atingir 75% da cobertura de esgoto na cidade.

AS METAS E AÇÕES DA CORSAN PARA RENOVAR A CONCESSÃO COM A PREFEITURA

Ações a curto prazo (5 anos)

  • Ampliação do sistema de abastecimento de água com a redução do índice de perdas em 34.
  • Implantação de mais 26 Km de redes de águas.
  • Substituir 32 quilômetros de rede de água.
  • Instalar 58 mil novos hidrômetros – meta é substituir oito mil hidrômetros por ano.
  • Aumentar de 60% para 75% a cobertura de esgoto
  • Retomada das obras de esgoto em Camobi
  • Investimento de R$ 20 milhões para construção de 123 quilômetros de esgoto em várias regiões da cidade.
  • Aumentar de 150 mil para 197 mil clientes de esgoto.
  • Ampliação da Estação de Tratamento da Lorenzi – licitação ainda em 2015.
  • Construção da Estação de tratamento de Camobi.

Ações a médio prazo (10 anos)

  • Manter abastecimento de água em 100%.
  • Reduzir índice de perdas de 34% para 25%.
  • Ampliar mais 41 quilômetros de rede de água.
  • Substituir mais 32km de rede de distribuição.
  • Trocar 68 mil hidrômetros.
  • Aumentar de 75% para 90% de cobertura de esgoto.
  • Construção de mais 133 km de rede.
  • Construção de uma Estação de Tratamento de esgoto no Passo das Tropas.
  • Ampliação da Estação de Tratamento de camobi.

Ações a longo prazo (20 anos)

  • Manter 100% de abastecimento de água.
  • Manter índice de perdas em 25%.
  • Construir mais 45 km de rede de distribuição de água.
  • Substituir 68 mil hidrômetros.
  • Atingir 100% da cobertura de esgoto.
  • Construir mais 130 km de redes de esgoto.
  • Efetivar todas as ligações de esgoto executadas.
  • Concluir a Fase II da Estação de Tratamento do Passo das Tropas.
  • Concluir a Fase II da Estação de Tratamento de Camobi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *